A ARTE DE FUMAR CACHIMBOS E DEGUSTAR CHARUTOS

Cigar_cutting.jpg
separador.png

DEGUSTANDO

separador.png
separador-white.png

INICIANDO A DEGUSTAÇÃO

 

 

Para degustar um charuto é necessário fazer um pequeno corte na "cabeça" do charuto, ou seja, no lado que fica em contato com a boca. Alguns charutos precisam ser cortados também no lado que vai ser aceso.

 

Alguns cortes:

 

Corte reto: É o corte que se faz com um cortador do tipo guilhotina, de 1 ou mais lâminas. Existe uma enorme variedade de modelos para esse tipo de corte, e provavelmente é o único método que exige um pouco mais de firmeza e habilidade de quem corta.

 

Corte em V: Pode-se dizer que é uma variação do corte reto, mas com uma lâmina em V, que proporciona um resultado diferente. Esse tipo de corte é bastante fácil, pois basta encaixar o charuto e abaixar a lâmina, não depende muito do “jeito” de quem está cortando.

 

Corte em “furo”: Existem cortadores cilíndricos com diferentes “bitolas”, ou seja, com pouca ou com mais abertura, que abrem um furo perfeito no charuto. A maior vantagem desse método, é que o fumante pode escolher a abertura do furo que deseja, e ela sairá perfeita, independentemente da habilidade do mesmo. Fumantes mais “old schooll” utilizam o próprio palito de fósforos para fazer esse furo.

 

 

Para cortar corretamente o seu charuto, utilize uma ferramenta própria de corte como uma guilhotina ou tesoura bem afiados. O corte correto permite que o fumo flua corretamente do charuto para a boca, sem a necessidade de muito esforço pulmonar e com o fumo na temperatura correta, ou seja, não muito quente.

 

Para o corte do lado da "cabeça", procure posicionar a sua guilhotina, ou tesoura, a cerca de meio centímetro da ponta, ou um pouco menos, e faça o corte.

 

Evite cortar a "cabeça" inteira pois a folha externa de acabamento da cabeça também segura o conjunto das folhas externas que suportam todo o revestimento do charuto, e se a cortar, o charuto poderá desenrolar-se e abrir. 

 

Não fure o charuto ao invés de cortá-lo, pois o furo além de pequeno e proporcionar pouca passagem para o fumo, comprime o conteúdo interno do charuto e vai alterar a degustação.

 

Usar os dentes para cortar o charuto além de deselegante tem outras desvantagens pois os dentes não são tão afiados como as lâminas de uma guilhotina ou tesoura, assim, o corte será irregular; mais um "rasgo" do que um corte, e ficará com tabaco na boca o que é muito desagradável.


 

Degustação

 

Certifique-se em primeiro lugar de que é permitido fumar no local. É muito importante que se mantenha um clima harmônico durante a sua degustação, evitando incomodar outras pessoas com o seu charuto e, lembre-se, muitas pessoas ficam realmente incomodadas com o fumo, e isto deve ser levado em consideração. 

 

Momentos de degustação tranquila podem ser feitos em sua casa, porém, se não mora só, é boa idéia perguntar às outras pessoas se o fumo as incomodaria. 

 

Como Acender

 

A etiqueta da degustação do charuto sugere que homens e mulheres devem acender os charutos de formas diferentes, elegantes de acordo com a masculinidade e a feminilidade dos pares; no caso das mulheres primeiro deve aquecer-se a ponta, mantendo-a a conveniente distância da chama, levemente inclinado  para se obter um aquecimento uniforme e só então levá-lo à boca para que a sucção forme a brasa.

 

Sentidos

 

Visão: Abra a caixa ou a embalagem de seu charuto preferido, perceba a harmonia de cores dos charutos e verifique o acabamento artesanal;


Tato: Coloque o charuto entre os dedos e exerça uma leve pressão para conferir a textura sedosa de sua capa;


Audição: Leve o charuto próximo aos ouvidos e escute o leve estalar das folhas;


Olfato: Desfrute o aroma da mescla do tabaco de alta qualidade que o compõe;


Paladar: O sabor dos charutos podem ser suaves ou encorpados, e agradam aos paladares mais requintados.

 

 

 

 

 

 

separador.png

CHARUTANDO

separador.png
0c67b8f497e25ef6978ff4c5f32b734d--habanos-cigars-cigar-art.jpg
separador-white.png

REALIZANDO A DEGUSTAÇÃO

 

Além do ambiente propício para degustar seu charuto em harmonia, o momento e o tempo disponível também devem ser considerados. A degustação de um charuto grande, como o Double Corona ou o Churchill, levam aproximadamente de 1 hora. Uma boa pedida é degustá-los calmamente após o jantar ou após um dia carregado !
 

 

Para possibilitar o fluxo de fumaça, podese cortar o charuto reto com instrumento apropriado da preferência pessoal. Pode-se utilizar a guilhotina com lâmina dupla ou simples, uma tesoura afiada (que possibili-te um bom corte), um furador (que permite um furo circular).

 

Deve-se evitar morder a ponta do cha-ruto para cortá-lo, pois isso fará com que pedaços de fumo fiquem soltando na boca durante a degustação. Remova entre 2 e 3 mm da ponta do charuto. No entanto, o melhor corte de charuto ainda é uma questão de gosto. Depois de feito o corte, acenda-o com fósforo longo ou isqueiro a gás butano, levando-o à boca e dando puxadas suaves, girando o charuto.

 

Vire a brasa na sua direção, asso-pre e confira se o acendeu de modo uniforme. Se houver pontos apagados, repita todo o processo. Finalmente dê suas baforadas lembrando prolongar o sabor do charuto na boca. Não é indicado bater a cinza, pois, além de pro-va da boa construção do produto (quando a queima do charuto é uniforme), a cinza mantém a temperatura e evita que o sabor fique amargo.

 

Quanto mais clara for a cinza, melhor o charuto. A cinza mais clara advém da queima de magnésio, mineral ricamente encontrado nos melhores solos onde se planta o tabaco, porém, muitos fabricantes de charutos de baixa ou mediana qualidade enriquecem suas folhas de tabaco já colhidas com magnésio, garantindo, assim, uma boa aparência da cinza. Um bom charuto de calibre maior poderá segura a cinza por até 3 cm de comprimento.

 

Para apagar o charuto, não é necessário esmagá-lo no cinzeiro, simplesmente repouse-o e ele apagará sozinho em alguns minutos.

 

Evite apagar o charuto como se faz com cigarro, ou seja, apertando a parte em brasa contra o cinzeiro ou, pior, jogando-o ao chão e pisando. Um charuto apagado indevidamente exala um forte cheiro pior que o de cigarro apagado.

 

Acompanhamentos

 

 Os charutos aceitam bem a companhia de uma boa bebida, podendo ser conhaque, rum, vinho do porto, uísque, licor e até alguma cerveja especial.

 

Recomendações

 

Tenha muito cuidado ao comprar seus charutos, devido aos cuidados necessários que os charutos requerem. Recomendamos a compra em lojas que possuem estoque climatizado com umidade controlada e tem procedência garantida, e todo cuidado necessário como o site: www.tabacariacamilo.com.br